mswindows.org cheap office-professional-plus-2016 key parajumpers sale www.troilus.es anneshealinghands.nl canada goose jas parajumpers outlet

Novidades:

2089 Visualizações

A importância dos brinquedos convencionais no desenvolvimento das crianças


Certamente, a melhor pessoa para explicar a importância dos brinquedos no progresso de uma criança é a psicóloga Edda Bontempo, que pesquisa o assunto há mais de cinco décadas e escreveu diversos livros e artigos que analisam a influência dos brinquedos clássicos e também dos videogames no comportamento infantil.

Salientou Edda Bontempo: “As brincadeiras são vitais para a aprendizagem e as melhores escolas são as que utilizam os brinquedos como recursos pedagógicos. Quando a criança brinca, ela está se preparando para a vida adulta.

O filósofo e historiador Johan Huizinga, um dos mais importantes pesquisadores do assunto, dizia que brincar é a base da cultura de um povo. É um impulso tão natural que ninguém precisa ensiná-lo a um bebê. Brincar é algo vital, que permeia todas as situações da vida de uma pessoa, tanto nos conflitos como nos momentos de grande descontração e amor.

Muitos estudos já comprovaram que as crianças que brincam bastante serão adultos mais ajustados e preparados para a vida. É brincando que se descobre como enfrentar situações de medo, dor, angústia, alegria ou ansiedade. Uma criança que não brinca tem algum problema que afeta sua capacidade criativa. Portanto, a brincadeira é um exercício de criatividade!!!

É preciso que a criança tenha liberdade para brincar como achar melhor!?!? Mas é importante frisar que durante a brincadeira ela também reconhece seus limites. Porém, enquanto ainda não ingressou na escola formal (o que está acontecendo cada vez mais cedo…), a criança deve brincar o máximo que puder.

Se bem que é fundamental estipular horários para brincar, de modo a conciliar o tempo dedicado aos brinquedos com as tarefas escolares. Os pais também devem limitar os espaços da brincadeira, ou seja, não se pode brincar no banheiro, na hora de uma refeição, na cozinha etc.

Naturalmente, os pais não devem impor a sua vontade. É essencial conversar, ou seja, explicar de forma lógica e compreensível pela criança cada determinação (proibição). Eles também precisam também conhecer os brinquedos dos filhos e brincar junto, pois eles adoram isso.

Em certas situações, as brincadeiras coletivas são melhores do que aquelas em que as crianças brincam sozinhas, apesar de que isso depende muito da idade delas. As crianças muito pequenas não conseguem brincar com muita gente. Os grupos podem aumentar à medida que elas forem crescendo. Porém, os jogos em grupo são muito importantes para o reconhecimento dos limites e dos parâmetros de convivência. Nas brincadeiras que usam regras, a criança desenvolve estratégias. ‘Agora é a minha vez de jogar’, ‘pisou na linha, está fora’ são expressões comuns dessas brincadeiras e acabam levando ao aprendizado. Se perder ou errar, ela vai pensar como deve fazer para ganhar ou acertar na próxima vez. É um aprendizado lúdico, em que se acumulam experiências por tentativa, erro e acerto.

De modo geral, os adultos não sabem comprar brinquedos, por isso precisam confiar mais na capacidade de escolha das crianças, sendo adequado (ou até mesmo correto…) perguntar aos filhos o que gostariam de ganhar. Claro que cabe aos pais sempre decidir se o brinquedo solicitado é um bom brinquedo para a criança (o jovem).

A primeira qualidade para que um brinquedo seja considerado bom para uma criança é que ele seja desafiador, de modo que ela se sinta estimulada a exercitar sua fantasia e a testar seus limites. Não pode ser um brinquedo muito difícil nem muito simples. Tem de provocar a criança, para que ela queira descobrir alguma coisa nova. Deve ser bem construído, durável e não tóxico, com as peças se encaixando com perfeição, como é caso do Lego. As meninas não gostam de colocar o sapatinho em uma boneca e ver que ele sempre sai do lugar.

Acredito que é pedagógico uma menina brincar de boneca. Assim, ela aprende a representar o papel de mãe. Ao brincar com uma boneca, ela vai repetir aquilo que observa a mãe fazendo na rotina da casa. Vai tirar e colocar a roupa da boneca, aprender a escolher cores e modelos, a pentear o cabelo. Depois, vai pentear o próprio cabelo. No fundo, brincar de boneca é uma bela e instigante experiência a respeito da estética feminina. Dessa maneira, a menina transfere para o dia a dia as atividades da brincadeira com a boneca. Da mesma forma, o menino que brinca com um carrinho aprende a repetir os sons do motor, da buzina, a diferença entre o que é rápido e o que é lento, acabando por desenvolver até uma coordenação motora fina, relacionada com o movimento dos dedos.

Algumas pessoas acham que os brinquedos mais artesanais são mais pedagógicos que os industrializados, mas isso não é uma verdade absoluta, pois todos eles são pedagógicos, desde que sirvam para estimular a criatividade da criança.”

Bem, além de tudo o que destacou a psicóloga Edda Bontempo, um excelente exemplo de um brinquedo que não perde a sua atração é a boneca Barbie (que, obviamente, tem sido aperfeiçoada), sendo um sucesso de vendas há mais de 56 anos. O fabricante também tem sido muito esperto, pois todos os anos lança acessórios e adéqua a Barbie com o mundo contemporâneo.

Vivemos em uma sociedade capitalista e competitiva, em que a mulher cada vez mais ocupa novos e importantes papéis, e a Barbie é um ótimo exemplo dessa sociedade, ou seja, um protótipo de mulher moderna!!!

Publicado recentemente

»

A Lego fará suas peças com materiais sustentáveis

É no centro da cidade de Billund, na Dinamarca, que está localizado ...

»

O combate a fake news e a publicidade fake

Em 9 de agosto de 2018 o advogado e jornalista João Luiz Faria Netto ...

»

O retorno ao boom dos cruzeiros no Brasil

Tudo indica que os brasileiros terão uma ótima opção de turismo ...

»

Na China, o governo tem uma posição contraria aos jogos on-line!?!?

O governo chinês tem procurado controlar muita coisa que é ...

»

Os negócios do chef Jamie Oliver em declínio!?!?

Há quem aponte que a brilhante carreira do chef inglês Jamie Oliver ...

»

Será que toda cidade criativa é também uma cidade inteligente?

Há apenas poucas décadas, a mera tentativa de dotar um núcleo ...

»

Tendências da moda indicadas com o auxílio da inteligência artificial

No famoso filme O Diabo Veste Prada, a personagem Miranda Priestly ...

Livros - Direitos autorais
»

Não contem com o fim do livro!

Não Contem com o Fim do Livro é o titulo de uma obra escrita pelo ...

»

Os e-sports podem um dia ser incluídos nos Jogos Olímpicos?

Temos hoje muitos campeonatos de games, como os de Counter Strike (de ...