mswindows.org cheap office-professional-plus-2016 key parajumpers sale www.troilus.es anneshealinghands.nl canada goose jas parajumpers outlet

Novidades:

979 Visualizações

A publicidade digital está crescendo nos smartphones


À medida que os smartphones se tornaram cada vez mais comuns no Brasil, novas possibilidades de uso dos celulares para as pessoas e as empresas são criadas.

O proprietário de um smartphone pode atualizar-se lendo as últimas notícias sobre fatos importantes no Brasil e no mundo, consultar a previsão do tempo em algum lugar para o qual vai viajar daqui a dois dias, achar o restaurante mais próximo com boa comida italiana, o melhor caminho no trânsito através do uso de um aplicativo e dispõe de mais uma grande variedade de outras “utilidades”.

Atentas a todas essas “vantagens” que um usuário de um smartphone tem à sua disposição, as empresas estão investindo cada vez mais para divulgar suas marcas em campanhas mobile, incrementando a receita dos veículos que oferecem conteúdo ou serviço no celular.

De acordo com a empresa de consultoria eMarketer, o investimento em anúncios nos celulares e tablets no Brasil chegou a R$ 760 milhões em 2014, quase quatro vezes o valor gasto em 2013. A publicidade mobile representou algo próximo de 9,4% dos gastos com marketing digital, mas a previsão é que até 2018 a fatia das campanhas em dispositivos móveis chegue a 60%!

João Carvalho, diretor geral da Hands Mobile e presidente do comitê de mobile do Interactive Advertising Bureau (IAB Brasil), explicou: “O celular é um meio atraente para os anunciantes, porque está com o consumidor 24h por dia, sete dias por semana”. O celular ainda traz mais opções para as agências de propaganda segmentarem melhor o público que receberá as campanhas que a Internet fixa.

Um exemplo típico é o que fez a Reckitt Benckiser, que neste verão, pelo terceiro ano consecutivo, fez uma campanha no celular para o inseticida SBP voltada a um público bem específico: mulheres, mães, que estivessem no litoral ou em cidades no interior de São Paulo com alta incidência de mosquitos (com todas essas alarmantes notícias sobre o aumento de pessoas com dengue…) e também nas estradas que levam ao litoral. Assim, o banner da SBP foi divulgado nos diversos aplicativos ou sites acessados pelo celular por essas pessoas.

Para distribuir o anúncio às pessoas certas, a agência Adsmovil cruzou dados das operadoras de telefonia, dos perfis de navegação na Web, das redes sociais com informações geradas por diversos aplicativos – como localização e interesses específicos. E assim esse marketing foi muito bem direcionado e obviamente o inseticida SBP notou que houve um crescimento nas suas vendas em relação ao trimestre anterior…

Engenheiro, mestre em estatística, professor, autor de dezenas de livros, gestor educacional, palestrante e consultor. Editor chefe da Revista Criática.

Publicado recentemente

»

Os motivos e as razões porque devemos rir!

Você sabe que basta ouvir uma gargalhada gostosa para que alguém ...

»

As invenções e as inovações estão alterando cada vez mais a vida das pessoas

Inicialmente é preciso entender que inovação é a invenção que ...

»

Avanços e retrocessos no mundo dos brinquedos

É lamentável, mas no final de agosto de 2017 a Lego anunciou um ...

»

Falta boa arquitetura em nossas cidades

O Brasil deve se orgulhar de ter entre os integrantes do júri do ...

»

Uma nova era na Economia Criativa no Brasil!

Inicialmente, deve-se destacar que finalmente temos alguém no mais ...

queijo artesanal
»

O Caminho do Queijo Artesanal Paulista

Chegou a hora de mesclar artesanato e gastronomia, em especial depois ...

»

Aos poucos o videogame está se tornando um esporte

De acordo com a Newzoc, uma das principais empresas de pesquisas ...

Mars
»

MaRS – O apoio à inteligência artificial (IA) no Canadá

Muito antes de o Google começar a pesquisar e trabalhar com carros ...

A verdade e a estatística
»

A verdade e a estatística

Ao longo de algumas décadas fui professor de Estatística em várias ...