mswindows.org cheap office-professional-plus-2016 key parajumpers sale www.troilus.es anneshealinghands.nl canada goose jas parajumpers outlet

Novidades:

52 Visualizações

Alimentos que ajudam o seu bom-humor!


Pesquisas têm mostrado que existe uma relação cada vez mais estreita entre o que uma pessoa come e o seu bom-humor!!!

Para o neurocientista Gary L. Wenk, autor do livro Your Brain on Food, em que explicou de que maneira a mente é influenciada pela comida consumida, ele ressaltou: “A ação dos alimentos no cérebro é tamanha que não há muita diferença entre remédio e comida!?!?”

Existem os alimentos com ação rápida no humor (café, açúcar, bebidas alcoólicas etc.), os que levam dias ou semanas para causar efeito (aminoácidos e minerais) e, por fim, os de ação lenta no organismo (como os antioxidantes).

A estabilidade do humor é determinada pela produção, liberação e captação de neurotransmissores. Essa produção obviamente depende dos alimentos que ingerimos um dos nutrientes essenciais para o corpo é o triptofano, um aminoácido fundamental para a produção de serotonina, neurotransmissor ligado ao humor. Aí vão três exemplos de alimentos que permitem dar uma levantada no ânimo de um indivíduo:

Chocolate

O chocolate preto, com altos níveis de cacau, é o que tem mais triptofano e teobromina, uma substância que estimula a liberação de endorfina, relacionada à sensação de prazer. Uma porção diária de 15 g a 30 g (equivalente a uma barra pequena) é suficiente.

Ovo

Além do triptofano, o ovo tem colina, um nutriente que faz parte das vitaminas do complexo B, importantes para um bom funcionamento do sistema nervoso.

Queijo

O queijo possui triptofano, que, como já foi explicado, ajuda a formar serotonina, o principal neurotransmissor ligado ao humor. A porção ideal é uma fatia generosa desse produto diariamente. Vale lembrar que quanto mais branco é o queijo, menor seu teor de gordura. Essa porção pode ser substituída por um copo de leite.


Agora, desviando-se um pouquinho de assunto, o utópico escritor Charles-Fourier (1772-1837), um severo crítico do casamento monogâmico, escreveu um texto bastante esclarecedor intitulado Quadro Analítico dos Cornos, sobre os diferentes tipos de “sofredores”, ou seja, cornos que acabaram tendo de conviver com as traições de suas respectivas mulheres.

Claro que este não é o caso do leitor da Criática (!?!?), mas aí vão cinco dos 76 tipos de corno que Fourier descreveu em seu trabalho. Mesmo sem ter ingerido algum alimento com triptofano, façamos o teste e vejamos se o caro leitor considera engraçadas as definições de Fourier.

  1. Corno simpático – É aquele que se afeiçoa ao amante da mulher e se torna seu amigo íntimo, ao ponto de procurar interferir na qualidade de vida do trio, fazendo afirmações como: “Faz tempo que você não vem a minha casa. Minha mulher está triste. Venha nos fazer uma visita, isso irá distraí-la!?!?”
  2. Corno condenado – É uma pessoa destinada à desgraça, especialmente se tiver alguma deformidade e assumir o risco de se casar com uma mulher bonita. É o público que, chocado com tamanho contraste, o condena por unanimidade a já de antemão ostentar chifres.
  3. Corno por prescrição – É o sujeito acostumado a fazer longas viagens e se ausentar da vida do lar, enquanto a natureza toca os sentidos de sua esposa, que, depois de se defender o bastante, se vê “forçada” (!?!?) a aceitar o socorro de algum conhecido caridoso…
  4. Corno marcial (ou fanfarrão) – Aquele que, ao fazer terríveis ameaças contra os galanteadores, acredita assim estar a salvo de suas investidas. Porém, ao mesmo tempo em que se gaba de ter escapado dessa sina, ele acaba vestindo a carapuça e, em geral, é corneado por um dos que aplaudem suas fanfarronices e, inclusive, lhe garantem que ele é o único que sabe zelar pelo próprio lar.
  5. Corno puro e simples – Trata-se do honorável ciumento que ignora sua própria desgraça. Ele não liga para as piadas sobre seus atributos, tampouco para as atitudes tomadas por sua mulher (ou por seus “perseguidores”). Pelo fato de ser um corno manso, dentre todas as espécies ele é o mais louvável!?!

Conteúdo produzido pela redação da revista Criática.

Publicado recentemente

»

Um estádio altera de forma significativa o plano urbanístico de uma cidade

Em 4 de fevereiro de 2018 aconteceu na cidade de Minneapolis, no ...

»

O incrível Elon Musk continua surpreendendo

Em 17 de novembro de 2017, nas dependências de um campo de aviação ...

»

Novos vídeos da série sobre Economia Criativa no nosso canal do Youtube

Você já pode conferir os novos vídeos que o professor Victor ...

»

Alimentos que ajudam o seu bom-humor!

Pesquisas têm mostrado que existe uma relação cada vez mais ...

»

Qual é o motivo para se visitar Bordeaux?

Em 2007, Bordeaux, na França, foi classificada como patrimônio da ...

»

Novos vídeos no nosso canal do Youtube

Publicamos novos vídeos do prof. Victor Mirshawka sobre Economia ...

»

Fórmula 1, um grande negócio que atrai milhões de pessoas em todo o planeta

Há algum tempo, Bernie Ecclestone, que em 2017 completou 87 anos, ...

»

Empresas espiritualizadas – amor e propósito na transformação do mundo corporativo

A DVS Editora lançou no final de 2017 o livro do publicitário Pedro ...

»

Novidades: agora temos nosso canal sobre Economia Criativa no Youtube

Novo canal no Youtube revista Criática chega para compartilhar mais ...