mswindows.org cheap office-professional-plus-2016 key parajumpers sale www.troilus.es anneshealinghands.nl canada goose jas parajumpers outlet

Novidades:

486 Visualizações

As séries de TV mais vistas em maratona!


Os norte-americanos usam a expressão binge watching para descrever a atitude tomada por pessoas em assistir as séries de TV em ritmo de maratona (às vezes isso significa ver todos os episódios de uma vez só), um hábito que está sendo acelerado pelas plataformas de vídeo sob demanda.

No final do 2º semestre de 2016, a Netflix fez um balanço mundial, com destaque para o comportamento no Brasil, das séries mais vistas de modo acelerado e das mais consumidas até o fim em prazos mais demorados.

O estudo feito pela Netflix dividiu os títulos entre “devorados” – quando cada sessão ultrapassa duas horas seguidas de episódios – e “saboreados” – com menos de duas horas por sessão.

Constatou-se pela pesquisa que os assinantes na média mundial levam seis dias para ver uma temporada inteira, e que no Brasil acaba se arrastando por oito dias!?!?

Na tabela abaixo estão as muitas séries que podem ser vistas sob demanda, do começo ao fim, de acordo com a vontade dos expectadores, algumas sendo saboreadas e outras devoradas.

As séries mais assistidas.

Assim, o brasileiro saboreia séries como Grace & Frankie e Breaking Bad – que, no balanço mundial encabeça a lista de devoradas no gênero suspense – e devora enredos como Bloodline e Homeland.

A mais saboreada do País é House of Cards, entretanto globalmente é BoJack Horseman.

A mais devorada no Brasil é The Fall, a mesma da lista mundial.

A série “The Fall”.

No gosto global, Walking Dead abre a lista de terror e Marco Polo a de ação e aventura.

Narcos, é mais saboreada do que devorada, aparece ao lado de Better Call Saul, com dramas criminais, e Mad Men, como drama histórico.

A Netflix constatou que um assinante focado em completar uma série assiste a pouco menos de duas horas diárias até terminar uma temporada.

Dentro dessa referência, tramas com ação e energia são devorados, enquanto dramas inteligentes e produções históricas são saboreados.

Os especialistas na criação de séries de TV acham que o ato de ver muitos episódios em ritmo intenso influencia muito a absorção do enredo por parte do espectador.

Dessa maneira, a exibição em sequência sufoca a possibilidade de os episódios serem comentados um a um, e reduz o tempo de debate em torno daquele conteúdo.

Porém, aqueles entendidos no assunto argumentam que esperar uma semana entre um episódio e outro esfria a relação com a trama e os personagens.

E há ainda aqueles que pensam que ver dois ou mais episódios em sequência acaba cansando, e o espectador perde detalhes importantes, o que acaba comprometendo o efeito desejado pelos autores da série.

Já o que pensa o produtor de uma séria para TV foi muito bem explicado pelo roteirista e cineasta Newton Cannito, destacando: “O sonho de todo criador de séries é conseguir viciar o público para ele assistir um episódio por semana, pois isso aumenta o tempo que seu consumidor está fidelizado com seu entretenimento.

Porém, conseguir isso é bem difícil.

Sem dúvida é mais fácil conseguir um público que te assista em sequência.

É óbvio que um público que fica uma semana esperando continua vivenciando a série por meses, com os personagens ficando em sua mente. Dessa maneira consegue-se fidelizar o espectador que

fica propenso a consumir mais coisas do conteúdo, ler revistas sobre ele, livros, comprar bonecos e outros subprodutos.”

Como se nota, assistir uma série sequencialmente não leva diretamente aos efeitos apontados por Newton Cannito, não é?

Conteúdo produzido pela redação da revista Criática.

Publicado recentemente

»

Tendências da moda indicadas com o auxílio da inteligência artificial

No famoso filme O Diabo Veste Prada, a personagem Miranda Priestly ...

Livros - Direitos autorais
»

Não contem com o fim do livro!

Não Contem com o Fim do Livro é o titulo de uma obra escrita pelo ...

»

Os e-sports podem um dia ser incluídos nos Jogos Olímpicos?

Temos hoje muitos campeonatos de games, como os de Counter Strike (de ...

»

A Lego tem agora uma “casa de brinquedo”

O parque temático Legoland, que é o carro-chefe do grupo Lego, ...

»

Turistas desejam vivenciar experiências cada vez mais inusitadas

Inicialmente, deve-se destacar que o turismo-indústria representa ...

»

Disney compra Fox para enfrentar a Netflix e a Amazon

No final de 2017, a Walt Disney & Co adquiriu o conglomerado 21st ...

»

Cidades Paulistas Inspiradoras – O Desenvolvimento Estimulado Pela Economia Criativa

A DVS Editora acaba de lançar os livros “Cidades Paulistas ...

»

Dear Basketball – o curta-metragem que deu um Oscar a Kobe Bryant

Kobe Bryant, que recentemente se aposentou, resolveu fazer um filme ...

»

Tudo indica que os filmes humorísticos brasileiros não atraem grandes públicos

Diversas pesquisas indicam que cerca de 85% dos homens adultos adoram ...