mswindows.org cheap office-professional-plus-2016 key parajumpers sale www.troilus.es anneshealinghands.nl canada goose jas parajumpers outlet

Novidades:

723 Visualizações

O tom reivindicativo de Beyoncé!!!


Já no fim de 2013, Beyoncé gerou uma certa perplexidade no mundo da música pop ao lançar sem sobreaviso seu quinto e homônimo álbum, com videoclipes para cada uma das suas faixas!!!

Isso acabou repercutindo de forma viral e em poucos dias o disco bateu recordes de vendas no iTunes, que num primeiro momento detinha exclusividade sobre o lançamento. E agora, em abril de 2016, ela repetiu a dose em Lemonade.

O incrível é que pouco antes de Lemonade vir à tona, o canal HBO nos Estados Unidos da América (EUA) passou a exibir um “estranho” comercial com imagens inéditas da cantora repleto de interessantes informações. Muitos espectadores até acharam que se tratava de um outro documentário sobre ela do tipo Beyoncé: Life is But a Dream, entretanto, esse especial de uma hora de duração também serviu de plataforma completa para o lançamento do novo álbum disponibilizado no serviço de streaming Tidal logo após o programa ir ao ar. Recorde-se que o Tidal é propriedade da própria Beyoncé e do seu marido, Jaz-Z, com o qual vive momentos turbulantes.

Apesar de Lemonade não ter provocado o chocante efeito de surpresa que se conseguiu com Beyoncé, o seu conteúdo causou seguramente um burburinho maior, especialmente por causa das letras de algumas canções, pois parte delas se referem diretamente ao caso extraconjugal de Jay-Z. A letra de Sorry é: “Olhando para o relógio/ele já devia estar em casa/hoje me arrependo do dia em que coloquei aquele anel.” Beyoncé fala que ficará muito bem sozinha com o seu bebê e manda o marido procurar uma tal de “Becky do cabelo bom”.

Essa incógnita “outra” seria a estilista Rachel Roy, que por sua vez pôs lenha na fogueira, alfinetando a cantora no Twitter, e isso logo depois do lançamento de Lemonade.

Seja como for, o casal permanece junto e, fofocas a parte, esse novo disco da Beyoncé surpreendeu por uma estética alternativa, que gerou-lhe certas críticas. Assim como o bem-sucedido cantor Kendrick Lamar, Beyoncé se aventurou em sérios comentários raciais e exagerou ao evidenciar seus traumas familiares.
Inicialmente lançado com exclusividade no Tidal, depois Lemonade ficou disponível para download pago na maioria das plataformas digitais. A edição física inclui vídeos para cada uma das faixas e o documentário do canal HBO.

Já chegou às lojas brasileiras, e no início de junho, no mundo todo, estimava-se que foram vendidos mais de 1 milhão de cópias, com o que pode-se dizer que

Beyoncé faturou algo próximo de R$ 11 milhões por dia!!

Olha a força econômica da musica, um setor incrível da economia criativa (EC)!!!

Conteúdo produzido pela redação da revista Criática.

Publicado recentemente

»

Disney compra Fox para enfrentar a Netflix e a Amazon

No final de 2017, a Walt Disney & Co adquiriu o conglomerado 21st ...

»

Cidades Paulistas Inspiradoras – O Desenvolvimento Estimulado Pela Economia Criativa

A DVS Editora acaba de lançar os livros “Cidades Paulistas ...

»

Dear Basketball – o curta-metragem que deu um Oscar a Kobe Bryant

Kobe Bryant, que recentemente se aposentou, resolveu fazer um filme ...

»

Tudo indica que os filmes humorísticos brasileiros não atraem grandes públicos

Diversas pesquisas indicam que cerca de 85% dos homens adultos adoram ...

»

O projeto de Ferran Adrià: Bullipedia

O chef Ferran Adrià, do icônico restaurante El Bulli, que fechou em ...

»

Um estádio altera de forma significativa o plano urbanístico de uma cidade

Em 4 de fevereiro de 2018 aconteceu na cidade de Minneapolis, no ...

»

O incrível Elon Musk continua surpreendendo

Em 17 de novembro de 2017, nas dependências de um campo de aviação ...

»

Novos vídeos da série sobre Economia Criativa no nosso canal do Youtube

Você já pode conferir os novos vídeos que o professor Victor ...

»

Alimentos que ajudam o seu bom-humor!

Pesquisas têm mostrado que existe uma relação cada vez mais ...