Novidades:

652 Visualizações

Você sabe qual é a escritora que já vendeu a maior quantidade de livros?


Se você pensa que é a J.K. Rowling, que anunciou a publicação até 31 de julho de 2016 do oitavo livro da série Harry Potter, ou então a Erika Leonard James, com a sua trilogia 50 Tons de Cinza, ou ainda a Stephanie Mayer com os seus livros sobre romances e conflitos entre vampiros, se enganou!!!

Todas essas autoras conseguiram cifras de muitos milhões de livros vendidos, mas estão muito longe de Agatha Christie, sem dúvida a escritora mais lida do planeta cujos livros vendidos já ultrapassaram a marca de 2 bilhões de exemplares (sem contar as traduções)!!!

Relata-se que Agatha Mary Clarissa Christie estava limpando o seu quarto quando teve a primeira ideia de criar o investigador belga Hercule Poirot. Aliás, ela mesmo depois explicou: “Ele seria meticuloso, muito organizado. Um homenzinho muito metódico.”E esse pequeno ex-investigador do Scotland Yard tornou-se o grande personagem dos livros de Agatha Christie, resolvendo os mais impressionantes casos criados por essa notável escritora inglesa.

Como costuma acontecer com os detetives dos romances policiais, Poirot teve uma vida interessantíssima, encerrada no final dos anos 1930 com sua morte no livro traduzido para o português como Cai o Pano (Courtain, no original), só lançado em 1975, um pouco antes de a autora morrer. A escritora decidiu encerrar a carreira de Poirot durante a ascensão nazista.

Ela fez parte do grupo de escritores que escolheu permanecer em Londres durante a blitz (os bombardeios sistemáticos da Alemanha contra a Inglaterra e em especial contra a capital, Londres), e foi nesse período, já reconhecida em toda a Europa, que ela terminou de escrever Cai o Pano. Trancou o livro num cofre para que não caísse em mãos inimigas e deixou um documento determinando que ele só fosse publicado depois de sua morte!!!

E, realmente, tendo convivido na década de 1960 com um certo declínio criativo que percebia nas críticas aos seus últimos livros, Agatha Christie só tirou o livro dali para ser publicado na véspera de seu falecimento. O fim de Poirot pelas mãos de sua autora deixou nos críticos ingleses um marco, ou seja, um significado histórico de que não deveriam mais ser escritos textos tendo esse personagem.

Mas não foi o que aconteceu!!!

Depois de uma longa negociação com o neto de Agatha Christie, Mathew Prichard, e a HarperCollins, casa editorial da autora, em 2014, a escritora inglesa Sophie Hannah conseguiu a autorização para escrever um novo livro contando as peripécias de Poirot para desvendar mistérios. Ela trouxe o vaidoso homenzinho de volta à vida no seu livro Os Crimes do Monograma (The Monogram Murders), um livro de ação perfeitamente no estilo e no tom da “rainha do crime”, Agatha Christie.

Deve-se recordar que Sophie Hannah não é a primeira a recriar um personagem célebre de um(a) autor(a) e detetives ou agentes tão conhecidos como o investigador belga, como James Bond e Sherlock Holmes, por exemplo, tiveram suas sagas continuadas valendo-se da criatividade de novos escritores e roteiristas, isso para a alegria de fãs e o incremento da renda proveniente dos direitos autorais, que no caso de Poirot ficam para Mathew Prichard…
Sophie Hannah, por sua vez, no lançamento do seu livro comentou: “Seria uma omissão termos continuações de James Bond e Sherlock Holmes e não de Hercule Poirot. Os personagens amados não deveriam morrer nunca!!!”

E você, caro(a) leitor(a) da Criática, o que acha: só o autor pode escrever sobre os personagens que tornaram seus livros famosos e ninguém mais poderia fazer outras narrativas tendo eles com figuras centrais?

Conteúdo produzido pela redação da revista Criática.

Publicado recentemente

»

Disney compra Fox para enfrentar a Netflix e a Amazon

No final de 2017, a Walt Disney & Co adquiriu o conglomerado 21st ...

»

Cidades Paulistas Inspiradoras – O Desenvolvimento Estimulado Pela Economia Criativa

A DVS Editora acaba de lançar os livros “Cidades Paulistas ...

»

Dear Basketball – o curta-metragem que deu um Oscar a Kobe Bryant

Kobe Bryant, que recentemente se aposentou, resolveu fazer um filme ...

»

Tudo indica que os filmes humorísticos brasileiros não atraem grandes públicos

Diversas pesquisas indicam que cerca de 85% dos homens adultos adoram ...

»

O projeto de Ferran Adrià: Bullipedia

O chef Ferran Adrià, do icônico restaurante El Bulli, que fechou em ...

»

Um estádio altera de forma significativa o plano urbanístico de uma cidade

Em 4 de fevereiro de 2018 aconteceu na cidade de Minneapolis, no ...

»

O incrível Elon Musk continua surpreendendo

Em 17 de novembro de 2017, nas dependências de um campo de aviação ...

»

Novos vídeos da série sobre Economia Criativa no nosso canal do Youtube

Você já pode conferir os novos vídeos que o professor Victor ...

»

Alimentos que ajudam o seu bom-humor!

Pesquisas têm mostrado que existe uma relação cada vez mais ...