mswindows.org cheap office-professional-plus-2016 key parajumpers sale www.troilus.es anneshealinghands.nl canada goose jas parajumpers outlet

Novidades:

638 Visualizações

Marketing de conteúdo épico


Ainda em 2016, a DVS Editora irá lançar no mercado brasileiro a tradução dos dois livros do estrategista em marketing de conteúdo Joe Pulizzi, Epic Content Marketing e Content Inc., que atualmente já desenvolveu através do seu Content Marketing Institute o maior evento sobre o tema nos Estados Unidos da América (EUA) denominado Content Marketing World.

Destacou Joe Pulizzi: “Comecei a utilizar a expressão marketing de conteúdo em 2001 e logo em seguida me envolvi com o trabalho na indústria de marketing de conteúdo. E agora acrescentei a esse conceito a palavra épico.” Entre diversas definições da palavra épico que estão no dicionário Houaiss, têm-se as seguintes: “Fantástico, desmedido, grandioso, homérico, memorável, digno de figurar em uma epopeia, intensidade fora do comum, heroico.”

Por outro lado, quem fizer uma pesquisa no Google sobre a expressão marketing de conteúdo vai chegar a mais de 500 milhões de citações!?!?
Então como fazer para que o nosso marketing de conteúdo se diferencie de todo esse amontoado?
A resposta enfática de Joe Pulizzi: “É necessário ser épico com o seu marketing de conteúdo!!!”

Os excelentes livros de Joe Pulizzi sobre marketing de conteúdo.

Os excelentes livros de Joe Pulizzi sobre marketing de conteúdo.

Para chegar à condição de épico, o nosso marketing de conteúdo deve ser o melhor, com intenso foco nos clientes e bem menos nos produtos (ou serviços) que sejam anunciados. Portanto, deve-se entender o marketing de conteúdo como sendo o nosso processo de negócio, aquele marketing desenvolvido com a finalidade de criar e distribuir um conteúdo valioso e significativo para poder engajar e atrair uma audiência-alvo claramente definida e reconhecida, com o objetivo de orientar uma ação proveitosa para o cliente.

De forma mais simples, pode-se dizer que o marketing de conteúdo tem tudo a ver com o desenvolvimento e compartilhamento de conteúdo engajante, relevante e valioso para uma audiência-alvo com a meta (objetivo) de conquistar novos clientes ou incrementar os negócios com os clientes que já existentes.

A dúvida de como chegar a um bom marketing de conteúdo está em como dosar a informação com o entretenimento. Sem dúvida, as marcas atendem melhor os clientes quando conseguem lhes contar histórias envolventes e engajadoras.

Existem quatro formas ou opções para se chegar a esse objetivo. Um delas é informar e ajudar os clientes a ter uma vida melhor, achar melhores empregos ou serem mais bem-sucedido nas suas carreiras que agora. A segunda maneira é optar pelo entretenimento e por isso o foco é na construção de uma conexão emocional com seus clientes. Sem dúvida, essas duas alternativas permitem conquistar muitos adeptos. A terceira forma é apresentar um conteúdo meio amorfo, meio embaçado, simples de entender, que até serve para a promoção da marca, mas que não leva os clientes a ficarem entusiasmados. O quarto modo é gastar no marketing tradicional, da mesma maneira que se faz ainda com o envio da mala direta e por meio de relações públicas.

Na realidade, não há nada de tão errado com essa escolha, mas quem opta pelo marketing de conteúdo, alicerçando nas duas primeiras opções, acaba tendo um resultado mais eficaz com o dinheiro que gasta com a sua propaganda.

O que torna o marketing de conteúdo diferente de se apresentar um simples conteúdo pé que ele gera resultados eficientes e eficazes para os negócios, pois, ao informar, engajar e divertir acaba alcançando o seu objetivo, que é orientar o cliente para praticar ações proveitosas ou úteis.

Bem, se você quiser aprender como se tornar um especialista em marketing de conteúdo, mantenha contato com a DVS Editora para poder obter o mais breve possível os livros escritos por Joe Pulizzi, que lhe possibilitarão adquirir essa aptidão!!!

Conteúdo produzido pela redação da revista Criática.

Publicado recentemente

»

Um estádio altera de forma significativa o plano urbanístico de uma cidade

Em 4 de fevereiro de 2018 aconteceu na cidade de Minneapolis, no ...

»

O incrível Elon Musk continua surpreendendo

Em 17 de novembro de 2017, nas dependências de um campo de aviação ...

»

Novos vídeos da série sobre Economia Criativa no nosso canal do Youtube

Você já pode conferir os novos vídeos que o professor Victor ...

»

Alimentos que ajudam o seu bom-humor!

Pesquisas têm mostrado que existe uma relação cada vez mais ...

»

Qual é o motivo para se visitar Bordeaux?

Em 2007, Bordeaux, na França, foi classificada como patrimônio da ...

»

Novos vídeos no nosso canal do Youtube

Publicamos novos vídeos do prof. Victor Mirshawka sobre Economia ...

»

Fórmula 1, um grande negócio que atrai milhões de pessoas em todo o planeta

Há algum tempo, Bernie Ecclestone, que em 2017 completou 87 anos, ...

»

Empresas espiritualizadas – amor e propósito na transformação do mundo corporativo

A DVS Editora lançou no final de 2017 o livro do publicitário Pedro ...

»

Novidades: agora temos nosso canal sobre Economia Criativa no Youtube

Novo canal no Youtube revista Criática chega para compartilhar mais ...