mswindows.org cheap office-professional-plus-2016 key parajumpers sale www.troilus.es anneshealinghands.nl canada goose jas parajumpers outlet

Novidades:

162 Visualizações

O retorno ao boom dos cruzeiros no Brasil


Tudo indica que os brasileiros terão uma ótima opção de turismo do final de 2018 até o primeiro trimestre de 2019: fazer um incrível cruzeiro na costa da América do Sul, com destaque para o litoral brasileiro.

Isso se deve principalmente à chegada ao País do MSC Seaview, o maior navio turístico a aportar no Brasil nesse ano. Ele tem 320 m de comprimento, 2.066 cabines (70% delas com varanda), capacidade para 5.300 passageiros, e conta com 1.413 tripulantes. Ele foi inspirado nos condomínios de praia de Miami, nos Estados Unidos da América (EUA), cujos projetos procuram colocar o morador praticamente dentro do mar, usando muito vidro para privilegiar a entrada de luz matinal.

O Seaview é a concretização de um projeto audacioso e possui uma das maiores áreas ao ar livre a bordo de uma embarcação turística. Ao todo ele tem 18 deques e 2 elevadores panorâmicos, escadarias com cristais Swarovski, cinco piscinas, tirolesa e um parque aquático com cinco toboáguas.

Um desses toboáguas, com 112 m de comprimento, tem música e luzes para deixar tudo mais animado e a pessoa pode optar entre descê-lo sozinho ou em dupla. Há ainda dois irresistíveis toboáguas transparentes, cujo visual faz qualquer um perder o medo de deslizar por eles. Dali se tem uma das mais belas vistas da embarcação.

E por falar em vista, a tirolesa em alto-mar é uma outra atração pela qual vale a pena se aventurar. É verdade que dá um friozinho na barriga, e que somente quantidades exorbitantes de adrenalina seriam capazes de proporcionar. O equipamento está instalado no último deque, e oferece 105 m de contemplação, desde o ponto mais alto do navio até a popa. Quem se arrisca na tirolesa do Seaview – a maior já vista em alto-mar – passa inclusive por cima de uma das piscinas da parte externa.

Construído para navegar em regiões tropicais e de clima quente, a embarcação impulsiona o passageiro a divertir-se a céu aberto. Assim, no seu oitavo piso – um deque com piso de madeira ao redor de todo o navio – há uma espécie de “calçadão” à beira-mar (promenade) que pode ser visto da ponte dos suspiros, uma passarela de vidro no 16º andar do navio.

O diretor geral da MSC no Brasil, Adrian Ursilli, comentou: “Essa é a experiência mais próxima ao nível do mar que o passageiro tem no Seaview. É como se ele estivesse num iate. Isso sem dúvida agradará muito, especialmente os viajantes brasileiros, que estão acostumados com esse tipo de clima.”

Há no Seaview um verdadeiro arsenal hi-tech de entretenimento: um simulador de Fórmula 1, um cinema imersivo 3D, jogos de fliperama e até um boliche. Além disso, há outras áreas divididas por faixa etária: uma voltada para crianças de 1 a 3 anos e outra de 3 a 11 anos, com parceria da Lego. Há também dois clubes para teens, ou seja, para jovens de 12 a 14 anos e outro de 15 a 17 anos. Brinquedos, videogames e atividades de recreação com monitores fazem parte da diversão.

O navio oferece atrações à la Broadway, sendo o Teatro Odeon um dos lugares mais atraentes do navio, com estrutura elegante que lembra o Teatro Colón, de Buenos Aires, com 434 lugares na plateia, no qual o passageiro pode assistir a sete espetáculos diferentes: Simply the Best, Eclipse, Bizarre, Animalia, Fantasia, Ilusion e Emozioni.

No quesito gastronomia, a bordo do navio trabalham dois chefs renomados: o espanhol Ramón Freixa e o pan-asiático Roy Yamaguchi. Freixa apresenta pratos com frutos do mar, de acordo com a culinária mediterrânea. Já Yamagushi tem como referência a culinária do Japão e do Havaí, e prepara um sashimi de peixe branco com creme de abacate, molho agridoce e pimenta, que é incrível.

Vale lembrar, entretanto, que nos restaurantes de Freixa e Yamaguchi as refeições são pagas à parte. Aliás, no navio existem 11 restaurantes, seis de especialidades (pagos à parte) e cinco nos quais as refeições já estão incluídas no pagamento da passagem, além de dois bufês que funcionam mais de 20 h por dia.

Bem, repetindo, o MSC Seaview vem de Gênova, na Itália, e chegará ao Brasil em 2 de dezembro de 2018, atracando no porto de Santos, de onde dará início a 22 minicruzeiros. Serão roteiros de 3 e 4 noites ou de 6 e 7 noites rumo ao nordeste, com paradas em locais incríveis, como Ilhabela, Búzios, Rio de Janeiro, Salvador, entre outros. Se essas 22 viagens alcançarem algo próximo a 90% de ocupação, cerca de 100 mil pessoas terão a oportunidade de passar dias incríveis nessa fantástica embarcação, que é um misto de hotel de luxo e local espetacular de entretenimento variado!!!

Publicado recentemente

»

A Inteligência Artificial está em vias de superar a Inteligência Humana

Vivemos numa época em que é cada vez mais importante entender a ...

»

Coach da Gratidão Financeira

A psicóloga Marcia Luz é mestre em Engenharia de Produção e ...

»

A Lego fará suas peças com materiais sustentáveis

É no centro da cidade de Billund, na Dinamarca, que está localizado ...

»

O combate a fake news e a publicidade fake

Em 9 de agosto de 2018 o advogado e jornalista João Luiz Faria Netto ...

»

O retorno ao boom dos cruzeiros no Brasil

Tudo indica que os brasileiros terão uma ótima opção de turismo ...

»

Na China, o governo tem uma posição contraria aos jogos on-line!?!?

O governo chinês tem procurado controlar muita coisa que é ...

»

Os negócios do chef Jamie Oliver em declínio!?!?

Há quem aponte que a brilhante carreira do chef inglês Jamie Oliver ...

»

Será que toda cidade criativa é também uma cidade inteligente?

Há apenas poucas décadas, a mera tentativa de dotar um núcleo ...

»

Tendências da moda indicadas com o auxílio da inteligência artificial

No famoso filme O Diabo Veste Prada, a personagem Miranda Priestly ...