mswindows.org cheap office-professional-plus-2016 key parajumpers sale www.troilus.es anneshealinghands.nl canada goose jas parajumpers outlet

Novidades:

165 Visualizações

O incrível Elon Musk continua surpreendendo


Em 17 de novembro de 2017, nas dependências de um campo de aviação na zona metropolitana de Los Angeles, nos Estados Unidos da América, e diante de uma plateia de cerca de 2.000 pessoas, o bilionário empreendedor Elon Musk apresentou o último desenvolvimento de sua empresa: o caminhão Tesla Semi, de carga pesada, capaz de andar sozinho (semiautônomo) e movido a energia elétrica!!!

Com esse veículo, Elon Musk inseriu sua empresa no concorrido mercado da bilionária indústria de caminhões movidos a diesel. De acordo com ele, o Tesla Simi é um veículo pesado que pode se mostrar mais eficiente e mais barato que os caminhões a diesel (que nos dias de hoje praticamente abastecem as cidades norte-americanas com a maioria dos produtos demandados pelos consumidores), e isso sem emitir poluentes!!!

Ainda segundo Musk, o Tesla Semi tem autonomia de 800 km, transporta até 36,7 toneladas e pode ir de 0 a 100 km/h em 20 s, o que representa menos de um terço do tempo necessário para que um caminhão com motor a diesel faça o mesmo. Porém, o fato é que muitos analistas ainda não acreditam nessas especificações…

Elon Musk declarou: “Por enquanto o Tesla Semi não tem preço, mas não será barato. Na realidade os primeiros caminhões produzidos – que provavelmente estará à venda em 2019 – serão bem caros. Todavia, em termos operacionais ele será mais barato que o caminhão tradicional, pois possui menos componentes que exijam manutenção regular. Minha estimativa é que, após a contabilização de todos os custos, o Semi custará algo em torno de US$ 1,26 (R$ 4,73) por milha (1,6 km) rodada, contra os US$ 2,51 (R$ 8,11) consumidos em média por um caminhão a diesel.

O veículo possui sensores, câmeras e processadores que permitirão ao motorista usar o Autopilot, um recurso de pilotagem autônoma que já está instalado nos nossos carros (particularmente no Model 3). O sistema é capaz de acelerar e frear sozinho, entretanto, o motorista deve manter as mãos no volante.”

A outra grande surpresa para aqueles que assistiram à apresentação do Tesla Semi, foi o surgimento do fundo do seu contêiner de um Roadster, o carro superesportivo da Tesla, que vai de 0 a 100 km/h em apenas 1,9 s e consegue percorrer mais 1.000 km sem precisar de recarga.

E aí Elon Musk enfatizou:

“O Roadster pode alcançar até 417 km/h. Trata-se de um carro elétrico espetacular. O fato é que estamos cada vez mais envolvidos em pesquisa e desenvolvimento (P&D), com o objetivo de comprovar o poder que terão os nossos veículos em relação àqueles movidos a gasolina.”

Elon Musk

Na realidade, a Tesla não está sozinha nessa empreitada, e a competição no mercado de caminhões e outros veículos comerciais tende a ser cada vez mais feroz. Basta lembrar que em outubro a empresa alemã Daimler mostrou ao público seu trator elétrico; a Uber e a General Motors também estão entrando com agressividade no setor de caminhões autônomos, e isso poderá mudar drasticamente a situação do tráfego nas estradas, particularmente no que se refere a segurança.

A questão crítica a ser solucionada é o tempo de uso desses caminhões ao longo do dia. Afinal, ao contrário dos esportivos que passam a maior parte do tempo em suas garagens, os veículos pesados de carga precisam operar pelo máximo de tempo possível, o que gera sérias preocupações em termos de manutenção e tempo de recarga!!!

Conteúdo produzido pela redação da revista Criática.

Publicado recentemente

»

Os e-sports podem um dia ser incluídos nos Jogos Olímpicos?

Temos hoje muitos campeonatos de games, como os de Counter Strike (de ...

»

A Lego tem agora uma “casa de brinquedo”

O parque temático Legoland, que é o carro-chefe do grupo Lego, ...

»

Turistas desejam vivenciar experiências cada vez mais inusitadas

Inicialmente, deve-se destacar que o turismo-indústria representa ...

»

Disney compra Fox para enfrentar a Netflix e a Amazon

No final de 2017, a Walt Disney & Co adquiriu o conglomerado 21st ...

»

Cidades Paulistas Inspiradoras – O Desenvolvimento Estimulado Pela Economia Criativa

A DVS Editora acaba de lançar os livros “Cidades Paulistas ...

»

Dear Basketball – o curta-metragem que deu um Oscar a Kobe Bryant

Kobe Bryant, que recentemente se aposentou, resolveu fazer um filme ...

»

Tudo indica que os filmes humorísticos brasileiros não atraem grandes públicos

Diversas pesquisas indicam que cerca de 85% dos homens adultos adoram ...

»

O projeto de Ferran Adrià: Bullipedia

O chef Ferran Adrià, do icônico restaurante El Bulli, que fechou em ...

»

Um estádio altera de forma significativa o plano urbanístico de uma cidade

Em 4 de fevereiro de 2018 aconteceu na cidade de Minneapolis, no ...