mswindows.org cheap office-professional-plus-2016 key parajumpers sale www.troilus.es anneshealinghands.nl canada goose jas parajumpers outlet

Novidades:

2746 Visualizações

Graham Bell nunca telefonou para a mãe nem para a própria esposa


No episódio 14 da primeira temporada da série The Big Bang Theory, The Nerdvana Annihilation – A Aniquilação Nerdvana, vi um diálogo entre Raj e Howard, mais ou menos assim:

– Se você pudesse voltar à tarde de 10 de março de 1876 (data da patente do telefone), tocasse a campainha da casa de Graham Bell, e só a esposa dele estivesse em casa, o que aconteceria?

Howard responde: – Ela atenderia e me cumprimentaria.

Na verdade, há um pequeno equívoco no diálogo, pois Graham Bell casou-se em 11 de julho de 1877, ou seja, no ano seguinte. Vamos desprezar o detalhe das datas e considerar como se a esposa estivesse em casa, o que você acredita que aconteceria?

(  ) Ela atenderia com um sorriso e o cumprimentaria.
(  ) Ela suspeitaria das calças vermelhas e do corte de cabelo do Howard.
(  ) Ela diria que o marido saiu para patentear o telefone.
(  ) Ela chamaria a polícia pelo 911.
(  ) Nada.

Graham Bell, o inventor do telefone, e sua exposa Mabel Hubbard.

Graham Bell, o inventor do telefone, e sua exposa Mabel Hubbard.

Nada aconteceria! Mabel Hubbard, esposa de Alexander Graham Bell era surda. Bell pertencia a uma família dedicada ao ensino da elocução, ou seja, a expressão das ideias por meio das palavras. Seu avô, seu tio e seu pai eram professores dessa disciplina, respectivamente em Londres, Dublin e Edimburgo, sua mãe também era surda.

Esses fatos combinados despertaram nele o interesse por técnicas e tecnologia para suprir esta necessidade de comunicação e ele concentrou-se no desenvolvimento de um aparelho para surdez. Um dos resultados foi o telefone e alguns meses depois a Bell Telephone Company. Ele patenteou 18 invenções em seu nome e mais 12 em trabalhos com outros colaboradores. Você pode ler mais sobre Graham Bell numa busca rápida na Internet.

O PODER DO ERRO
Uma frase de Louis Pasteur corrobora algo que com frequência ocorre, mas não tem a repercussão nem o destaque merecidos: o valor do erro. A frase é a seguinte: “O acaso favorece a mente preparada.” Equivale a dizer que não existe acaso, e que quando um experimento não chega ao ponto inicialmente previsto, pode indicar outras possibilidades.

Há quem afirme que logo após patentear a lâmpada, numa entrevista coletiva, um jornalista perguntou ao inventor Thomas Edison:
– É verdade que o senhor errou 1.000 vezes até conseguir construir a lâmpada?

Ele respondeu:
– Na verdade, eu desenvolvi 999 maneiras de como não fazer a lâmpada. Patenteei algumas delas e com essas tenho ganhado algum dinheiro. Depois, sim, cheguei à lâmpada ideal.

Bell's Telephone

Em tempos mais recentes, numa interessante matéria da rede de TV estadunidense ABC News, levada ao ar em 13 de julho de 1999, o repórter visitou aquela que é conhecida como a empresa desenvolvedora das mais inovadoras soluções do planeta, a IDEO.

Numa matéria de cerca de 40 min., o programa mostra como funciona a IDEO, e também como os profissionais da empresa lidaram com o desafio proposto pela ABC de desenvolver um novo produto em apenas uma semana. O resultado final é surpreendente, e durante o programa, questionado sobre o processo criativo da IDEO, o seu diretor, Tom Kelley, afirmou:

– Aqui na IDEO erramos mais vezes para chegar mais rapidamente à solução!

Abaixo, seguem 5 dicas que aprendi em quase 20 anos de consultoria em empresas, que conseguiram resultados criativos e inovadores para seus desafios de mercado:

1ª. Prestar atenção em tudo ao redor, 24 h por dia.
2ª. Conectar o naturalmente inconectável.
3ª. Evitar punição quando ocorrem erros.
4ª. Fazer uma reunião para levantar o que se aprendeu com cada erro.
5ª. Buscar pela oportunidade que veio disfarçada na forma de um erro.

Até breve neste espaço.
E isso não tem erro!

Consultor, autor, palestrante e professor em criatividade, inovação, design thinking, comunicação assertiva, entre outros.

Publicado recentemente

»

Dear Basketball – o curta-metragem que deu um Oscar a Kobe Bryant

Kobe Bryant, que recentemente se aposentou, resolveu fazer um filme ...

»

Tudo indica que os filmes humorísticos brasileiros não atraem grandes públicos

Diversas pesquisas indicam que cerca de 85% dos homens adultos adoram ...

»

O projeto de Ferran Adrià: Bullipedia

O chef Ferran Adrià, do icônico restaurante El Bulli, que fechou em ...

»

Um estádio altera de forma significativa o plano urbanístico de uma cidade

Em 4 de fevereiro de 2018 aconteceu na cidade de Minneapolis, no ...

»

O incrível Elon Musk continua surpreendendo

Em 17 de novembro de 2017, nas dependências de um campo de aviação ...

»

Novos vídeos da série sobre Economia Criativa no nosso canal do Youtube

Você já pode conferir os novos vídeos que o professor Victor ...

»

Alimentos que ajudam o seu bom-humor!

Pesquisas têm mostrado que existe uma relação cada vez mais ...

»

Qual é o motivo para se visitar Bordeaux?

Em 2007, Bordeaux, na França, foi classificada como patrimônio da ...

»

Novos vídeos no nosso canal do Youtube

Publicamos novos vídeos do prof. Victor Mirshawka sobre Economia ...