Novidades:

979 Visualizações

Os 10 mandamentos da inovação


Todo aquele que lida com a inovação acaba entendendo que, mais tarde ou mais cedo, é necessário sistematizar para que de fato a inovação ocorra. Senão, fica-se naquela de ter muitas ideias – vindas de brainstorms (reuniões para desenvolver ideias) – que acabam sendo inúteis, pois nenhuma leva a mais inovação de fato.

Aí vão 10 possíveis mandamentos do inovador:

1º) Não confundirás nunca inovação com invenção.
Algo só é inovador quando soluciona uma demanda dos clientes, do mercado; portanto, não se trata apenas de uma descoberta (invenção) ou um novo conhecimento.

2º) Não pensarás só em tecnologia.
Não se pode pensar em inovação como sendo algo proveniente exclusivamente de pesquisa e desenvolvimento de um produto, sendo uma criação tecnológica. Inovação é um conceito bem mais amplo.

3º) Terás sempre objetivos claramente estabelecidos.
A inovação deve estar sempre inserida na estratégia de uma organização, com objetivos claros para ganhar mercado, conquistar vantagens competitivas ou recrutar e atrair novos talentos para a empresa.

4º) Mudarás a cultura da sua empresa.
As organizações acabam se burocratizando, o que é um grande complicador para surgirem as inovações.
Os seus profissionais talentosos, em especial, precisam de liberdade para poderem experimentar, estabelecer hipóteses e chegar a inovações inúteis, mas sem sofrerem punição por isso.

5º) Terás disciplina.
É necessário criar métodos internos na organização para que a inovação ocorra de forma sistemática, ou seja, saber diagnosticar os problemas, descobrir as possibilidades de solucioná-los e escolher a forma para executar isso.

6º) Tirarás o olho do próprio umbigo (olhando para ele só de vez em quando).
É muito complicado criar algo totalmente inédito estando sozinho. É vital estabelecer parcerias com outros e recorrer a muitas fontes externas de inspiração.

7º) Buscarás saber o que o mercado necessita.
Para se tornar de fato uma inovação, um produto ou serviço deve se adaptar para atender às demandas dos clientes (ou então criar neles essa demanda). De qualquer forma, é essencial saber quais são os hábitos e necessidades dos potenciais clientes.

8º) Procurarás obter resultados financeiros.
Obviamente, o objetivo final de uma inovação para uma organização é ter um melhor desempenho econômico proveniente da introdução da inovação.

9º) Se apoiarás sempre sobre métricas.
Todo esforço da inovação precisa ser mensurado em aspectos como o financeiro, o de captação de recursos, patentes obtidas, satisfação de funcionários etc.

10º) Não dependerás só do apoio financeiro do governo.
Não se deve esquecer que uma excelente ideia que pode se transformar em inovação nem sempre dá para ser transformada em um projeto para atender às especificações de alguma linha de fomento de governo, com o que não se conseguem os recursos para se chegar à inovação.

O inovador deve ser ousado, mas também persistente e lutar para conseguir outras fontes de financiamento, recorrendo ao setor privado, endividando-se com os bancos ou conseguir convencer alguns investidores–anjo a financiar seu projeto.

O inovador é aquele indivíduo persuasivo que tem as características de uma pessoa matadora, socializadora, exploradora e realizadora ao mesmo tempo!
Os Verdadeiros Heróis da Inovação

DICA DE LEITURA:
O livro Os Verdadeiros Heróis da Inovação, de Matt Kingdon, mostra como desbloquear o crescimento nas grandes organizações aproveitando-se da Serendipidade. Saiba mais.

Engenheiro, mestre em estatística, professor, autor de dezenas de livros, gestor educacional, palestrante e consultor. Editor chefe da Revista Criática.

Publicado recentemente

»

Os motivos e as razões porque devemos rir!

Você sabe que basta ouvir uma gargalhada gostosa para que alguém ...

»

As invenções e as inovações estão alterando cada vez mais a vida das pessoas

Inicialmente é preciso entender que inovação é a invenção que ...

»

Avanços e retrocessos no mundo dos brinquedos

É lamentável, mas no final de agosto de 2017 a Lego anunciou um ...

»

Falta boa arquitetura em nossas cidades

O Brasil deve se orgulhar de ter entre os integrantes do júri do ...

»

Uma nova era na Economia Criativa no Brasil!

Inicialmente, deve-se destacar que finalmente temos alguém no mais ...

queijo artesanal
»

O Caminho do Queijo Artesanal Paulista

Chegou a hora de mesclar artesanato e gastronomia, em especial depois ...

»

Aos poucos o videogame está se tornando um esporte

De acordo com a Newzoc, uma das principais empresas de pesquisas ...

Mars
»

MaRS – O apoio à inteligência artificial (IA) no Canadá

Muito antes de o Google começar a pesquisar e trabalhar com carros ...

A verdade e a estatística
»

A verdade e a estatística

Ao longo de algumas décadas fui professor de Estatística em várias ...