mswindows.org cheap office-professional-plus-2016 key parajumpers sale www.troilus.es anneshealinghands.nl canada goose jas parajumpers outlet

Novidades:

1114 Visualizações

O mineiro que comanda a linha mais sofisticada da Calvin Klein


Nesta últimas três décadas, o mineiro Francisco Costa passou cinco anos trabalhando para Oscar de la Renta, quatro anos para Gucci. Nesses últimos 11 anos, é o diretor da linha feminina da Calvin Klein Collection. Como se nota, ocupou três cargos de muito prestígio no mundo da moda.

E é agora, na Calvin Klein, que ele conquistou muita projeção, sendo considerado um dos maiores estilistas dos Estados Unidos da América (EUA), tendo já recebido duas vezes o prêmio do Council of Fashion Designers of America (CFDA), uma espécie de Oscar da moda.

O estilista mineiro Francisco Costa – foto acima – está fazendo muito sucesso na Calvin Klein.

Atualmente, Francisco Costa está preparando uma reestruturação total da linha que produz para atender um consumidor ávido por novidade (e agilidade). A partir de 2015, a Calvin Klein Collection vai passar a fazer 12 entregas anuais às suas lojas – antes, eram feitas apenas duas entregas após os lançamentos.

Comentou Francisco Costa: “Em outras palavras, todo aquele que for a uma de nossas lojas encontrará muito mais variedade. Atualmente, a atenção dispensada a um produto é muito mais rápida. Você tem que produzir muito mais rapidamente. Antigamente, as pessoas tinham uma responsabilidade, sentiam como se estivessem selecionando: ‘Vou comprar da Calvin Klein’. Hoje em dia, isso é bem diferente: as pessoas lidam com marcas e moda em geral de outra forma.

Num evento da Calvin Klein, a partir da esquerda, a designer Jean Shin, Francisco Costa, Tom Murry e o estilista Italo Zucchelli.

Num evento da Calvin Klein, a partir da esquerda, a designer Jean Shin, Francisco Costa, Tom Murry e o estilista Italo Zucchelli.

Hoje, o cliente é menos leal a uma marca porque tudo é muito mais fácil, tudo é tão disponível e há muito mais oferta que a demanda. Você agora tem que se movimentar com o seu tempo, na velocidade da realidade, para o mercado de coleção, isso é novo, porque você lida com tecidos mais caros, o tempo de entrega é muito mais longo, a roupa é mais específica, mais trabalhada. Mas criar rapidamente funciona para mim. Produzir é o mais desafiador. Nós já assumimos essa postura de nos movermos tão rapidamente quanto pudermos. Agir assim dá ao cliente a oportunidade de ter o produto muito rapidamente. Isso também cria um nível de energia muito bom para a nossa marca.”

Bem, não se pode esquecer que a linha de luxo do Francisco Costa gera algo como US$ 400 milhões por ano para a empresa.

Engenheiro, mestre em estatística, professor, autor de dezenas de livros, gestor educacional, palestrante e consultor. Editor chefe da Revista Criática.

Publicado recentemente

»

Os motivos e as razões porque devemos rir!

Você sabe que basta ouvir uma gargalhada gostosa para que alguém ...

»

As invenções e as inovações estão alterando cada vez mais a vida das pessoas

Inicialmente é preciso entender que inovação é a invenção que ...

»

Avanços e retrocessos no mundo dos brinquedos

É lamentável, mas no final de agosto de 2017 a Lego anunciou um ...

»

Falta boa arquitetura em nossas cidades

O Brasil deve se orgulhar de ter entre os integrantes do júri do ...

»

Uma nova era na Economia Criativa no Brasil!

Inicialmente, deve-se destacar que finalmente temos alguém no mais ...

queijo artesanal
»

O Caminho do Queijo Artesanal Paulista

Chegou a hora de mesclar artesanato e gastronomia, em especial depois ...

»

Aos poucos o videogame está se tornando um esporte

De acordo com a Newzoc, uma das principais empresas de pesquisas ...

Mars
»

MaRS – O apoio à inteligência artificial (IA) no Canadá

Muito antes de o Google começar a pesquisar e trabalhar com carros ...

A verdade e a estatística
»

A verdade e a estatística

Ao longo de algumas décadas fui professor de Estatística em várias ...