mswindows.org cheap office-professional-plus-2016 key parajumpers sale www.troilus.es anneshealinghands.nl canada goose jas parajumpers outlet

Novidades:

Educação de qualidade no Brasil
695 Visualizações

Falta promover mudanças significativas para se ter educação de qualidade no Brasil


No Brasil, é inegável que se avançou em termos quantitativos na educação, mas esse avanço não nos levou a uma educação de qualidade (EQ) e, inclusive, mais equitativa.

E nas constantes avaliações a que os nossos alunos são submetidos, como foi o caso do último ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), em que entre os 6.193.565 que fizeram o exame foram atribuídos 529,4 mil zeros na redação, sendo que 53% deles por que não a fizeram e o restante por terem enveredado por um tema não pedido ou porque a quantidade de erros foi demasiada.

Em matemática, o desempenho também foi pífio.

O pior é que na nossa educação não se dá ênfase a outras habilidades – além do domínio de conceitos básicos de matemática e da língua portuguesa –, tais como saber se comunicar, criticar e usar novos dados e informações; extrapolar ideias e conceitos; usar a tecnologia para expandir projetos; inovar constantemente valendo-se da criatividade.

Nos falta a ambição e a coragem de promover mudanças substantivas para alcançar uma EQ para todos, ou seja: rediscutindo seriamente a formação de professores e o seu novo papel na sala de aula, na escola e na vida dos alunos; avançar com novas abordagens pedagógicas, alinhadas com os novos tempos e espaços de aprendizagem, nos quais os estudantes possam desenvolver suas habilidades e seus projetos; definir um currículo nacional que privilegie a aquisição de competências básicas de matemática, ciências e língua portuguesa e também abra possibilidade para novas aprendizagens da criatividade, do empreendedorismo, de uma língua estrangeira e esteja voltado para o desenvolvimento de habilidades socioemocionais. Um currículo que também permita certa flexibilidade de conteúdos e disciplinas, em particular no ensino médio, para que a educação faça sentido agora e para o futuro próximo.

Para termos uma EQ é vital ter gestores eficazes, especificamente os diretores de escolas, capazes de pôr em prática as ações necessárias para que ocorra uma transformação radical e o Brasil possa eliminar o seu atraso e possamos avançar para uma sociedade com uma geração melhor educada, mais competente e feliz com as suas realizações.

Caro(a) leitor(a), você tem mais alguma sugestão para se ter EQ nas escolas públicas e nas privadas? Comente abaixo!

Conteúdo produzido pela redação da revista Criática.

Publicado recentemente

»

Tendências da moda indicadas com o auxílio da inteligência artificial

No famoso filme O Diabo Veste Prada, a personagem Miranda Priestly ...

Livros - Direitos autorais
»

Não contem com o fim do livro!

Não Contem com o Fim do Livro é o titulo de uma obra escrita pelo ...

»

Os e-sports podem um dia ser incluídos nos Jogos Olímpicos?

Temos hoje muitos campeonatos de games, como os de Counter Strike (de ...

»

A Lego tem agora uma “casa de brinquedo”

O parque temático Legoland, que é o carro-chefe do grupo Lego, ...

»

Turistas desejam vivenciar experiências cada vez mais inusitadas

Inicialmente, deve-se destacar que o turismo-indústria representa ...

»

Disney compra Fox para enfrentar a Netflix e a Amazon

No final de 2017, a Walt Disney & Co adquiriu o conglomerado 21st ...

»

Cidades Paulistas Inspiradoras – O Desenvolvimento Estimulado Pela Economia Criativa

A DVS Editora acaba de lançar os livros “Cidades Paulistas ...

»

Dear Basketball – o curta-metragem que deu um Oscar a Kobe Bryant

Kobe Bryant, que recentemente se aposentou, resolveu fazer um filme ...

»

Tudo indica que os filmes humorísticos brasileiros não atraem grandes públicos

Diversas pesquisas indicam que cerca de 85% dos homens adultos adoram ...